updated 9:11 PM UTC, Oct 23, 2021

Projeto Integra: Especialistas denunciam desmonte da Atenção Primária no Brasil em live do CNS

Atenção Primária e os Desafios para o Acesso Universal à Saúde foi o tema da aula inaugural da 2ª turma do Projeto Integra, ocorrida na noite da quinta (14/10). A aula virtual aberta foi realizada pela pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/Fiocruz) Ligia Giovanella que, ao lado de outros pesquisadores, denunciou o desmonte das políticas da área no Brasil.

Seminário do CNS, ENF e Fiocruz debate pesquisa, trabalho, tecnologia e futuro

O Projeto Integra promoveu na terça (28/9) o Seminário Integrador sobre Investimento em Pesquisa e Desenvolvimento: a Fiocruz do Futuro, o Trabalho e a Tecnologia. O seminário contou com a participação da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, e do coordenador do Centro de Estudos Estratégicos (CEE/Fiocruz), Carlos Gadelha. A presidente fez um relato da convergência de agendas entre a Fundação e os princípios que levaram à criação do projeto Integra, do qual é uma das instituições coordenadoras. “O Integra une a atenção à saúde, a vigilância, a C&T e a inovação, resultando em um desafio para os pensadores da área da saúde coletiva. Particularmente para mim, é uma motivação a mais fazer parte deste projeto, que reflete, em parte, o programa de gestão do meu segundo mandato como presidente da Fiocruz, numa grande e proveitosa confluência de interesses”, afirmou. 

Inscrições para segunda turma do Projeto Integra, realizado pelo CNS, Fiocruz e Escola Nacional dos Farmacêuticos, vão até dia 26/09

O Projeto Integra, promovido pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Escola Nacional dos Farmacêuticos (ENF), com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), está com as inscrições abertas para a segunda turma. Interessados devem preencher formulário online até domingo (26/09). As aulas se iniciarão no dia 4 de outubro.

PROJETO DE AVALIAÇÃO DO QUALIFAR-SUs

Uma parceria entre a Escolha Nacional dos Farmacêuticos com a Opas, Conasems, Conass e Ministério da Saúde realizam o Projeto Avaliação e Fortalecimento da Assistência Farmacêutica no Qualifar-SUS. O projeto tem por objetivo identificar os avanços alcançados na estruturação e organização da Assistência Farmacêutica nos municípios.

Aula inaugural do Projeto Integra será dia 6/08 com o vice-diretor geral da Opas, Jarbas Barbosa

Os inscritos selecionados vão receber e-mail e devem preencher formulário de confirmação de participação.

A aula inaugural do Projeto Integra será realizada pelo vice-diretor geral da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Jarbas Barbosa, no próximo dia 6/08, às 17h. A temática será Direito à Saúde: Custo, Valor, Preço de Tecnologias e Barreiras de Acesso. A atividade será transmitida ao vivo pelo youtube e facebook do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e também no facebook da Escola Nacional dos Farmacêuticos (ENF). 

Projeto Integra: articular políticas públicas para fortalecer o direito à Saúde

INTEGRA é um projeto de Formação de Lideranças e mobilização social, promovido pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e pela Escola Nacional dos Farmacêuticos (ENF). A iniciativa contará com atividades online e seminários voltados ao fortalecimento e à integração das políticas de saúde.INTEGRA é um projeto de Formação de Lideranças e mobilização social.

O objetivo do INTEGRA é promover estratégias para a integração de políticas e práticas da Vigilância em Saúde, Assistência Farmacêutica, Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde no âmbito da gestão participativa e dos movimentos sociais.

Com apoio da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o projeto visa constituir uma rede de lideranças sociais para atuarem na integração e consolidação dessas políticas, contribuindo para a construção de melhores condições nacionais para o enfrentamento dos nossos problemas de saúde, como os que temos vivido durante a pandemia de Covid-19. Entre as dimensões que serão trabalhadas no projeto, uma das que merece destaque é a Proteção. No contexto da pandemia, é essencial articular ações preventivas, como a vacinação, e ampliar a discussão sobre o lugar da proteção nas políticas de saúde.

Formação de redes de integração

O projeto irá promover debates sobre as ações de combate à pandemia a partir das contribuições da “Carta do Rio de Janeiro”, aprovada no 8º Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Assistência Farmacêuticas (8º SNCTAF), realizado em 2019. O intuito é envolver profissionais e gestores da saúde, conselheiros de saúde (trabalhadores, usuários e gestor/prestador), nas três esferas de gestão, movimentos sociais, entidades da sociedade civil organizada, professores, pesquisadores e estudantes.

Segundo Fernando Pigatto, presidente do CNS, unificar diferentes lutas é essencial nesse momento "Diante de um cenário tão difícil, construir pontes para somar nossas lutas é fundamental para enfrentarmos a crise sanitária e fortalecermos a defesa do SUS. Isso só vai ser possível com articulação de lideranças e organização popular, fatores que são pilares para o Projeto Integra", disse.

De acordo com o assessor da Vice-Presidência de Produção e Inovação (VPPIS) da Fiocruz, Jorge Costa, o Projeto ressalta “a importância da Ciência, da Tecnologia, da Inovação, da Assistência Farmacêutica e da Vigilância em Saúde, [...] contribuindo para dar mais capilaridade na divulgação de informações”, destacou.

Para Silvana Leite, coordenadora geral da ENF, a rede, quando integrada, pode se articular muito mais rapidamente, sendo um espaço de comunicação efetiva entre sociedade, profissionais de saúde e gestores. “O trabalho poderá ser desenvolvido de forma mais harmoniosa.  Esse último ano é o exemplo do caos e da desorganização nas políticas públicas. Durante uma pandemia, deveríamos estar mais uníssonos e focados, com as mesmas bases referenciais”, afirmou.

Como destacou o presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos, Ronald Ferreira dos Santos, “o SUS não é apenas um sistema de saúde, é uma declaração de compromisso da nação com a defesa da  vida. Daí, a importância do projeto Integra que, ao articular e integrar a promoção, a proteção e a recuperação nos processos de saúde dá materialidade a esse compromisso. O que exige a formação de lideranças, para conhecerem a fundo essas políticas que são produzidas a partir de ampla participação popular”. 

Soberania tecnológica

O projeto também vai chamar a atenção da atual situação do parque produtivo farmoquímico e das instituições de pesquisa no Brasil, que passam por um processo grave de desinvestimento, buscando fazer uma agenda de mobilização voltada para recuperar o desenvolvimento nacional e o parque industrial da saúde no Brasil.

Cronograma

O projeto será desenvolvido em 4 fases. A primeira consiste na etapa de formação de 300 lideranças regionais sobre as políticas públicas em questão de forma online.

O público-alvo do projeto são conselheiros de saúde, integrantes dos movimentos sociais e das entidades da sociedade civil organizada, profissionais e gestores da saúde, professores, pesquisadores e estudantes, interessados em atuar no cenário político e social através da integração das políticas de saúde.

A 2ª fase do projeto, com início em janeiro de 2022, consistirá na realização de encontros regionais preparatórios para o 9º Simpósio Nacional de Ciência, Tecnologia e Assistência Farmacêutica - SNCTAF.
A 3ª fase - Realização do 9º SNCTAF e aprovação do Relatório Final deverá ocorrer em junho de 2022. E, por fim, a 4ª fase para dar publicidade e divulgação do produto final do projeto, consolidado em torno do relatório final que será aprovado no 9º SNCTAF. Para divulgar o documento serão promovidos debates e audiências públicas na Câmara e no Senado Federal, nas Assembleias Legislativas, nas Câmaras Municipais, nas Universidades e nas Coordenações Regionais da Fiocruz.

As inscrições para participar do projeto poderá ser feita a partir de 14/06 até 15/07/2021. As turmas de formação começam em dois de agosto de 2021.

Informações:

O quê: Projeto Integra - articular políticas públicas para fortalecer o direito à Saúde
Quando: Ao longo de 2021 e 2022, com inscrições entre 14 de junho e 15 de julho de 2022.

Informações:
www.escoladosfarmaceuticos.org.br;
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.;

WhatsApp: 11-95307-7694 e 11-3211-2201

Assinar este feed RSS